Comandante do 19º BPM diz que ações policiais foram realizadas dentro da legalidade

O Comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar sediado em Jequié, tenente coronel Serpa entrevistado na manhã de quarta-feira (29) no estúdio da rádio 93 FM,  confirmou estar esclarecido as autorias  do crime que teve como vítima o Sd PM Jurandy Oliveira, ocorrido na noite do último domingo (26).  Dois dos oito elementos que participaram do crime – Lucas Matos de Almeida, 21 anos, o “Lukinha” e Michel Xavier Paixão, estão presos e confirmaram em depoimentos as suas  participações no homicídio. Durante a ação policial foram mortos outros quatro participantes do crime – Iago (autor do latrocínio contra Davi
Vidal,  funcionário da empresa Schincariol), Damião, Miau e Renato. Os outros dois indivíduos do bando, já identificados, ainda estão foragidos.  Os oito bandidos teriam utilizado um Kadet, um Gol e um Fiesta, este último veículo roubado da proprietária do estabelecimento que estava sendo assaltado quando ocorreu o sequestro de Jurandy. A ação que resultou no esclarecimento das autorias do crime, foram desencadeadas exclusivamente pela própria Polícia Militar, “a instituição sofreu um ataque e nós tínhamos que dar uma resposta imediata á sociedade”, disse.

O Coronel PM Alfredo Castro, comandante geral da Polícia Militar da Bahia, chega em  Jequié na quarta, 29, tendo agendada uma reunião às 15h com os integrantes da corporação da ativa e da reserva,  no auditório do IERP. O Coronel PM Reis, comandante do policialmento regional Sul,  está na cidade desde terça-feira acompanhando as ações do 19º BPM, além de equipes da GRAER, CAESG,  uma delegada e 10 policiais militares encaminhados pela Secretaria de Segurança Pública.

O tenente coronel Serpa disse que são boatos  as informações de que a PM tenha determinado toque de recolher na noite de terça-feira (28). Segundo ele, o policiamento foi reforçado nas áreas de circulação de pessoas, faculdades, escolas e estabelecimentos, “sem que tenha havido qualquer orientação da PM para suspensão de  aulas ou fechamento de  estabelecimentos públicos ou privados”. Nas últimas 48 horas, incluindo o soldado Jurandy, dez pessoas (nove delas  com passagens pela polícia pela prática de delitos)  foram mortas em Jequié.

O crime – Tendo em mãos a cópia dos depoimentos  dos dois indivíduos presos – Michel e  Lucas – o tenente  coronel Serpa, revelou que o soldado Jurandy após ter sido reconhecido policial (Iago havia sido preso por ele no episódio da morte do funcionário da Schincariol) pelos assaltantes,  foi sequestrado e trazido para um terreno à margem da Avenida Luiz Eduardo Magalhães, onde foi submetido a uma série de agressões físicas e psicológicas. Eles disseram que nomomento  não faziam  o uso de drogas mas que teriam bebido muito conhaque e que durante a sessãoo de torturas ao policial foram desferidos vários golpes no rosto da vítima  com  ossos bovinos encontrados no local,  com o uso de uma garrafa, além de facadas e vários socos e  chutes na vítima, culminando com os disparos de revólver. Os elementos disseram inclusive que um  dos bandidos  [Iago]  teria urinado  no rosto do policial, que clamou para que eles o matasse. Finalizando a entrevista, o oficial PM Serpa discordou das pessoas que consideraram ter havido excesso por parte da corporação afirmando que, “todo o trabalho foi feito dentro da legalidade. Nessa relação de dez pessoas mortas, apenas um cidadão de bem, o policial Jurandy, morto pelos bandidos, os demais foram pessoas com antecedentes de crimes praticados na cidade”. Esse mesmo  grupo havia cerca de 15 dias atrás estado  na região do Rio Preto do Criciúma aterrorizando moradores e pequenos comerciantes, com agressões físicas e roubos. Serpa revelou que a ação da PM para restabelecer a segurança e a paz no município continuará sendo executada já estando sendo levantadas as identificações de traficantes que atuam em Jequié e em outras localidades, citando Jaguaquara, Jitaúna e Maracás, que serão localizados e presos.

fonte: Blog Jequié Repórter de Wilson Novaes

Uma resposta

  1. Essa polícia de Jequié deveria ser exemplo para o país inteiro.
    Estão certos ,mexeram com um policial e pagaram da mesma forma.
    Polícia boa e eficiente ,
    nota 10 para todos eles.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: